Os Benefícios Proporcionados Pela Bebida Sacramental Ayahuasca

Os Benefícios Proporcionados Pela Bebida Sacramental Ayahuasca
A polêmica entorno da bebida ayahuasca se dá devido à falta da vivência da experiência divina.
Pessoas de pouca fé comentam a respeito de experiências que não vivenciaram, observando o contexto de conceitos estabelecidos por uma vida conduzida pela ilusão. É possível que estas pessoas tenham tido até algumas experiências com a ayahuasca, porém, não existiu senão o confronto com a vibração em que estavam, o que nem sempre é agradável.
A experiência em Deus depende do ser em si, a ampliação consciencial, bem como o trabalho diário pelo amor através da devoção, pode trazer ao ser um estado de iluminação por diversos meios, como por exemplo através da meditação.
Somente pessoas que passaram por experiências divinas com o uso da ayahuasca é que podem conhecer o valor da experiência e desta bebida. Na verdade, muitos seres precisam de mais tempo para reconhecer o valor da utilização deste veículo de ascensão consciencial.
Existe a necessidade do chá ayahuasca? Não há necessidade obrigatória da utilização de plantas de poder, mas sim, da energia necessária às transformações necessárias à experiência divina, com a abertura consciencial que é proporcionada rapidamente ao ser com a utilização da ayahuasca, ele pode mais rapidamente se adaptar e se conduzir para a experiência divina, o contato com o sagrado ser que habita nosso interior e tudo que existe.
A ayahuasca proporciona a abertura necessária à ampliação consciencial que nos leva a perceber a presença divina. É claro que cada qual deve perceber a necessidade do contato divino e o caminho que melhor se adapta às suas relações consigo e com o Todo. O samadhi descrito pelos iogues é conseguido através de práticas que acumulam energias, alguns xamãs usam a água e suas energias para obter esse contato, o tantra utiliza a energia sexual, alguns exercícios podem, se praticados com perfeição e dedicação, levar à abertura de nosso ser. A planta de poder fornece ao ser a energia necessária para a comunhão com o Pai-Mãe Amado.
É necessário a correta condução da energia para que se chegue onde se quer, pois o ser pode simplesmente utilizar a energia para tolices e futilidades e, desta maneira, o contato divino é adiado até que o ser decida-se a buscar a Deus.
A polêmica é justamente gerada pelos seres que, fazendo uso da ayahuasca, não conduzem energia com intenção em Deus e deparam-se com os seres que se alimentam das energias perdidas nas trilhas incertas da ilusão. Infelizmente, somente alguns enxergam a necessidade de mudar esta conduta e identificar-se com as leis divinas que regem o universo.
Os manipuladores que mantém o véu da ilusão se utilizam de alguns meios através dos quais tentam conduzir as atitudes das pessoas, a sociedade atual é comandada pela ilusão, através da conduta considerada apropriada (falsos padrões comportamentais já arraigados), a qual na verdade nos leva à perda da energia necessária à nossa busca do divino. Os manipuladores tem nos meios de comunicação seu maior instrumento de manipulação, sendo que, nem sempre é tarefa fácil perceber que os artifícios usados por eles tentam nos aproximar mais do mutável e perecível, afastando-nos do real e eterno. As pessoas agem mais seguindo aquilo que comanda a atual fase social que os manipuladores projetam na sociedade, como por exemplo a sensualidade, os jogos de paixões e conquistas, o misticismo que é a falsa busca de Deus, etc.
Para se entender um caminho dármico* é necessário almejar a conduta reta, seja ela conduzida por meio de plantas de poder ou não. A grande conquista que sentimos ao trilhar o caminho da planta de poder é a ampliação energética de nossas capacidades, o que nos leva rapidamente a perceber os defeitos de nossa personalidade, criados a partir da identificação com o meio em que vivemos, com o mutável, para, então, transformá-los e viver a experiência divina.
Por que o chá ayahuasca pode nos iluminar? Primeiramente a utilização do chá abrange três aspectos: a limpeza, a energização e a elevação.
A limpeza: existem seres que podem passar existências inteiras somente neste item, que é relacionado com a mudança de atitudes. Primeiramente existe uma necessidade de livrar o corpo de toxinas ingeridas pela alimentação inadequada, pelo fumo, ácool, drogas, etc. O corpo tratará de expurgar estas impurezas, mesmo que por meio de sofrimento, no caso de persistência no erro. Então, surge da consciência a necessidade de mudar atitudes que identificam-se com o mutável irreal, a ilusão, mostrando a necessidade de transformação. A mudança energética é a libertação, assim, a limpeza proporciona uma vida mais tranqüila e feliz.
A energização: a energização é feita quando os chakras estão livres das paixões e vícios do mundo dual, pois só assim a energia permanecerá, e caso contrário, ela se esvai com pensamentos e ações ilusórias. Quando os sete chakras giram cheios de energia, a essência liga-se ao Pai-Mãe Amado, atingindo a elevação que é a experiência divina. Este contato renova o ser e o ensina pela sabedoria infinita que se faz presente em cada célula física, astral e essencial que existe no ser.
A presença de ayahuasca nos oferece a energia necessária para a limpeza, energização e elevação, basta que queiramos o certo, o caminho que leva a Deus.
Benefícios Espirituais Proporcionados Pela Ayahuasca

O coração é o caminho onde encontrarás a margem do rio que te levará ao mar do infinito.
Quando por meio da concentração atingirmos a capacidade de agir energeticamente, nos transportando e atuando nos âmbitos que desejamos, realizaremos através da capacidade espiritual, sem que o corpo seja responsável por essa atitude, estaremos poupando em muito o tempo da nossa encarnação.
Exemplo: Para visitarmos alguém a quem precisamos ajudar, precisamos de um meio de locomoção e tempo para nos encaminhar até o local em que a pessoa se encontra, caso ela nos receba, existe uma chance de ajudá-la. Através da concentração podemos mentalmente enviar a ela nossa vibração harmônica, o que ajuda mais do que qualquer palavra. Podemos ainda desenvolver a capacidade de projeção e atuar junto à pessoa em nível astral.
Através da ayahuasca, você pode inteirar sua vida mais rapidamente ao poder divino e aprender a libertar-se de karmas e, ao ouvir seu coração, andará no caminho dármico. A ayahuasca fornece a energia necessária ao aprendizado de si mesmo e o espírito da verdade clareia no caminho a ser seguido quando usado em contexto religioso, por isso, destacamos a necessidade da condução da experiência pelo discernimento e pelo amor.
Perceba quando suas energias se concentram na evolução ou quando são apenas sugadas por coisas inúteis que ocupam seu pensamento, e saiba se conduzir evitando as pedras do caminho. Quem utiliza energia de maneira errada terá de responder por isso e devolver em igual intensidade, desta maneira, podemos nos libertar de karma ou gerar muito karma.
Benefícios Físicos Proporcionados Pela Ayahuasca

Esta energia poderosa circula por nossas células, revigorando nossos corpos físico e astral. Todo benefício espiritual está intimamente ligado ao benefício material, porque ação gera reação, as doenças só existem em conseqüência de nossas atitudes, quando estas seguem as leis divinas, nós nos identificamos com darma, e nos libertamos de karma, que é gerador de doenças.
Os milagres ocorrem do eterno ao mutável, quando o espírito aprende suas lições, ele se identifica com darma, e não há necessidade de aprendizado pelo karma, pois o ser já sabe identificar-se com o imutável.
Uma mente mais saudável e equilibrada surge quando o caminho dármico é seguido, gerando saúde em todas as áreas de nosso ser.
O espírito são gera corpos sãos, a cada defeito que vencemos, ganhamos saúde, energia e equilíbrio.

O dinamismo do cosmos

O dinamismo do cosmos
O universo é constituído de uma energia dinâmica, uma energia que pode nos sustentar. Contudo, fomos desligados da fonte maior dessa energia, nos isolamos dela, e por isso nos sentimos fracos, inseguros e carentes. Diante desse déficit, nós sempre procuramos intensificar nossa energia pessoal da única maneira que conhecemos: buscando rouba-la psicologicamente de outros; uma competição inconsciente que é a base de todo conflito humano no mundo.
De vez em quando, outra pessoa quer voluntariamente que a gente defina a situação dela para ela, nos dando sua energia diretamente, nos fazendo sentir fortalecidos, mas em geral isso não dura. A maioria das pessoas não é bastante forte para continuar dando energia. Por isso é que a maior parte dos relacionamentos acaba virando disputa pelo poder. Os seres humanos ligam as energias e depois lutam para decidir quem vai controlá-las.
Assim que nós compreendemos essa luta, começamos imediatamente a transcender esse conflito e nos livramos da disputa por simples energia humana, percebendo que podemos receber nossa energia de outra fonte: da Consciência Cósmica.
Ao nos ligarmos a uma fonte humana para obter nossa energia masculina ou feminina, bloqueamos o fornecimento espiritual. Depois de fecharmos o círculo por nós mesmos, estabilizando nosso canal com o Universo, podemos nos ligar amorosamente a outra pessoa num relacionamento mais elevado.
Para um número cada vez maior de seres humanos a fonte Cósmica está se tornando comprovadamente real , porque esses indivíduos experimentam clarões e vislumbres desse estado mental no decorrer de suas vidas, sendo essa experiência a chave para o fim do conflito humano.
Quando temos a oportunidade de ver brevemente a magnitude da energia que poderíamos obter, mas, que não conseguimos mante-la por muito tempo, isso porque, quando tentamos nos relacionar com alguém que atua com a consciência normal, ou tentamos viver num mundo em que ainda existe conflito, somos rechaçados desse estado avançado e recaímos no nível de nossos antigos egos. Para reconquistar o que vislumbramos, e iniciar uma marcha de volta àquela consciência suprema, precisamos aprender a nos inundar conscientemente de energia para concretizar o novo nível em base permanente.
Para isso temos que enfrentar nossa maneira particular de dominar os outros, pois sempre que recaímos em antigos hábito, nos desligamos da fonte.
Esses hábitos são sempre inconscientes a principio, e a chave para abandona-los é trazê-los inteiramente à consciência, e fazemos isso observando nosso estilo particular de dominar os outros para conseguir que a energia passe para nós, e ficamos empacados aí. Esse estilo é uma coisa que repetimos várias e várias vezes. Assim, interrompemos a nossa evolução quando repetimos esse drama único para manipular em busca de energia.
Todos manipulam em busca de energia, ou de maneira agressiva, direta, forçando as pessoas a prestar atenção neles, ou de maneira passiva, jogando com simpatia ou curiosidade das pessoas para chamar atenção.
Por exemplo, se alguém nos ameaça, seja verbal ou fisicamente, então somos obrigado, por medo de que alguma coisa ruim nos aconteça, a prestar atenção nele, e portanto a transmitir energia para ele. Esse tipo de pessoa é um intimidador.
Se por outro lado, alguém nos conta todas as coisas horríveis que já aconteceram com ele, insinuando que talvez sejamos os responsáveis, e que se nos recusarmos a ajuda-lo essas coisas horríveis vão continuar, essa pessoa está buscando controlar no nível mais passivo, esse tipo de drama pode ser chamado de coitadinho de mim.
Um tipo menos passivo que o coitadinho de mim seria o distante, ele cria na cabeça um drama durante o qual se isola e parece misterioso e cheio de segredos. Diz a si mesmo que está sendo cauteloso, mas o que faz na verdade é esperar que alguém seja atraído para esse drama e tente imaginar o que se passa com ele. Quando alguém faz isso, ele se mantém vago, obrigando a pessoa a lutar e cavar para discernir seus verdadeiros sentimentos. Quando a pessoa faz isso, dedica toda a atenção a ele, lhe transmitindo a energia. Quanto mais consegue mantê-la interessada e confusa, mais energia ele recebe.
Entretanto, se uma pessoa é mais sutil em sua agressão que o intimidador, encontrando defeitos e solapando lentamente o mundo das pessoas para extrair lhes a energia, então podemos considera-la um interrogador. As pessoas que usam essa maneira de adiquirir energia encenam um drama de fazer perguntas e sondar o mundo de outra pessoa, com o propósito específico de descobrir alguma coisa errada. Assim que fazem isso, criticam esse aspecto da vida da outra pessoa. Se essa estratégia der certo, aí a pessoa criticada é atraída para o drama. Ela se vê derepente ficando intimidada perto do interrogador, prestando atenção ao que ele faz e pensando nisso, para não fazer nada errado que o interrogador perceba. A deferência psíquica dá ao interrogador a energia que ele deseja.
Temos que alcançar uma consciência mais plena, uma ligação mais íntima com o Plano Maior, pois só então nossa evolução para alguma coisa melhor poderá ser orientada por uma parte superior de nós mesmos. Liberto do medo da escassez e de nossa necessidade de dominação, podemos ficar abertos para nos doarmos, em benefício das necessidades do momento atual.
Texto extraído do livro : A Profecia Celestina